sábado, 28 de outubro de 2006

Uma estória curiosa

Hoje resolvi republicar um post que eu acho muito engraçado: a história da escova de dentes.
E para começar nada melhor que uma pergunta existencial:
Será que o Adão já usava escova de dentes?
É verdade que a Bíblia não refere esse assunto, no entanto sabemos que os Assírios lavavam os dentes com as mãos, com a ajuda dos dedos.
Os Egípcios utilizavam um caule de madeira de lentisco, desfiado, semelhante a um pequeno pincel.
Os Romanos também o faziam e inventaram um "dentífrico" à base de pedra moída, carvão de madeira e urina de criança. (Devia saber muito bem!...)
Na Idade Média usava-se, na maioria das vezes, a toalha que tinha sido posta na mesa para receber os convidados.
As primeiras escovas propriamente ditas apareceram no século XVIII. Falava-se delas como sendo objectos inúteis e, quem sabe, "perigosos".
Hoje, parece que algumas pessoas ainda vivem no século XVIII, fazendo com que os dentistas esfreguem as mãos de contentes.

17 comentários:

Moura disse...

Se todos fossem limpos...o deficit aumentaria já que a segurança social tinha de pagar o subsidío de desemprego aos dentistas!! Coitadinhos dos meus dois primos...!
Estas estórias de curiosidades são muito interessantes.

Teresa David disse...

Achei bem giro ter levantado esta "lebre", pois segundo as estatisticas Portugal é o País da Europa onde as pessoas menos vão ao dentista, mas tb será o País onde menos facilidade de ir têm aqueles que nada têm! Logo não será só lacunas de educação mas tb ENORMES falhas da gestão dos governos.
Um abraço
TD

pestinha_girl disse...

Não sabia desta história mas fikei contente por ficar a conhecer, quanto aos dentistas cmg n tem muita sorte :D tenho uns bons dentes boa semana ;)

Badala disse...

A história é gira.
Eu detesto esse hábito higiénico, mas felizmente não consigo deitar-me sem lavar os dentes.

Um abraço.

João Moutinho disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
João Moutinho disse...

Desde que me lembro tenho o hábito de usar o dito objecto após o pequeno almoço (a que se deveria retirar o "pequeno") e antes de me deitar.
Mas coneheço quem o tenho utilizado menos do que eu e tenha tido menos necessidade de ir ter com aqueles senhores de bata branca que nos mexem nos dentes a troco de uma boa quantia.
Linkei!

cu(s)co disse...

dei um "passeio" por aqui e... gostei. Esta da escova de dentes, então...

Rosmaninho disse...

Desconheço se o Adão usava escova de dentes mas... penso que a maçã lhe deu uma grande ajuda:):):).

Bom negócio, o dos dentistas!...

Agora colocam "estrelinhas" e "aparelhos" que mais parecem objectos de tortura:):):).
A culpa será da escova?!
Muitos dentes "andam por aí desalinhados"!:):):)

~*Um beijo*~~

asn disse...

Ora...acontece que todos nós devíamos ir ao dentista com muito mais regularidade. Mas e quem é que se aguenta de finanças com o dinheirinho que temos que largar?´
É verdade que aquela coisa a que se chama Segurança Social nos devia proporcionar a devida assistência médica. Mas tudo isso é treta, pura mentira, uma grandesíssima e alternadíssima mentira.
Apesar dos impostos (será que o Governo não precisa de se reciclar para rever o conceito de "IMPOSTO" ?) somos obrigados a - quantas vezes isso acontece - recorrer inclusivé a empréstimos bancários para podermos ter acesso a uma periódica revisão dos nossos dentes.
...
Resumindo e simplificando:
toca a usar a escova de dentes...
a ver se não precisamos de ir tantas vezes ao dentista (que maldade!...).

asn disse...

Ginástica para o cérebro:

Trocar de mão para escovar os dentes é bom para o cérebro. O simples gesto de trocar de mão para escovar os dentes, contrariando a rotina e obrigando à estimulação do cérebro, é uma nova técnica para melhorar a concentração, treinando a criatividade e inteligência assim, Realizando um exercício de NEURÓBICA.
... Esta chegou-me hoje por e-mail.
Um abraço

redonda disse...

Gostei muito deste post. Nunca tinha pensado em como seria a história da escova de dentes... :)
Um beijinho e um bom feriado

Pirate disse...

Interessante :-)
Como é que evoluirá a escova de dentes no futuro ?
Será que vamos ter uma escova high-tech com base na nanotologia, uns micro-organismos tecno-biológicos, invisíveis a olho nu que fazem o trabalhinho todo sem ser necessária e tradicional pasta dentífrica ? :-)
Enfim, choques tecnológicos...

Pirate disse...

Gostei do que vi por aqui !
A paixão por Sintra e Mafra é evidente :-)
Já juntei aos meus blogues favoritos.
Bem haja

Carpe Diem

Joao Vieira disse...

Caro Mestre Tozé,

Aqui ficam para V. Ex.ª e seus distintos leitores, mais duas curiosidades acerca da escova de dentes:

- Em 1969,
a escova de dentes Oral-B® Classic™ foi à Lua
e, já agora, como parece estarmos na era da precisão matemática, consta que Neil Armstrong usou-a UM minuto antes de sua histórica caminhada na Lua!!!

- Em 1991,
a Oral-B introduziu a primeira escova de dentes, Oral-B® Indicator®, com cerdas indicadoras azuis que descoloram
(assim, quando a perda da cor alcança a metade da altura das cerdas, é hora de substituir a escova!!!)

Um Abraço

vamaia disse...

Adorei esse tópico
Afinal, estou fazendo um trabalho sobre isso!
P vermos o tanto q já evoluímos e o qt ainda vamos rsrs
BjOs

vamaia disse...

Adorei esse tópico
Afinal, estou fazendo um trabalho sobre isso!
P vermos o tanto q já evoluímos e o qt ainda vamos rsrs
BjOs

marisanblog disse...

Interessante este post Tozé. Já tinha ouvido falar a respeito da origem da escova de dente e, realmente, os dentistas vivem tendo esse trabalho.

Abraços

Mari