sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Dicionário de Natal - letras L e M



L

Lareira - s. f. Parte da chaminé onde se acende o fogo destinado a aquecimento de ambiente; geralmente acesa no Natal.

LEITÃO - Nome por que se designa o bácoro durante a época da lactação ou que ainda não chegou ao estado adulto: "Via-se leitão inteiro, com os dentes à mostra e os olhos substituídos por azeitonas, ao lado o peru empertigava o peito recheado".
RECEITA
INGREDIENTES (para seis a oito pessoas):
-1 leitão com três semanas de idade.
- alhos pisados
- sal grosso
- bastante pimenta
- banha
1 ramo de salsa
PREPARAÇÃO:

Depois de morto, mergulha-se o leitão em água a ferver e raspa-se com uma faca, esfregando com um pano áspero para lhe tirar os pelos. Em seguida lava-se muito bem. Abre-se e retiram-se as tripas. Lava-se novamente, pendura-se num prego e deixa-se secar durante quatro horas. Enfia-se o leitão num espeto e barra-se por dentro com a mistura de banha, dentes de alho pisados, sal e pimenta, sendo cheio com o molho por dentro. Coze-se o porco com agulha e fio de cozinha enquanto se aquece o forno de cozer pão. Mete-se o leitão no forno, colocando-se por baixo o recepiente para recolher a gordura que escorre. De meia em meia hora, retira-se o leitão do forno e passa-se com um pano na pele, para limpar o excesso de gordura. Chama-se a isto "constipar" o leitão. Ao tirar o leitão e limpá-lo, este sofre um choque frio, o que vai levar a que o assado fique com a pele dura e estaladiça. O tempo de cozedura varia entre 1 hora e meia a duas horas. Depois de assado retira-se do espeto, dispõe-se numa travessa e serve-se bem quente enfeitado com rodas de laranja e alface. Acompanha-se com batatas fritas.
É costume comer leitão na noite de Natal.

LEITE CREME - INGREDIENTES :
leite - meio litro
açúcar - sete colheres de sopa
farinha - maizena - 1 colher de sopa bem cheia
casca de limão - q. b.
gemas de ovo - 5
canela em pó - q. b.
Batem-se as gemas. Desfaz-se a farinha num pouco de leite e depois juntam-se todos os elementos e levam-se ao lume brando numa caçarola, mexendo sempre, até que a farinha e as gemas fiquem cozidos.
Serve-se polvilhado com canela ou crestado com ferro quente.

LEMBRANÇAS - (Ver presentes de Natal)

LENDAS DE NATAL - É pelo Natal que se contam as grandes e bonitas histórias de Natal ou lendas que têm sempre o seu ponto de verdade. Exemplo : O Cavaleiro da Dinamarca, A Menina dos fósforos, A História do galo, A dos 3 Pastorinhos e a do Pinheiro. (Ver em histórias).

LUZ (NATAL) - A Luz está relacionada com o Natal porque Cristo é considerado como uma luz para o homem.
Por esta época (Dezembro) celebrava-se a vitória da luz sobre as trevas, pois os dias começaram a aumentar de tamanho. Daí a tradição do lenho de NAtal que ainda se vai mantendo em algumas aldeias. Antigamente, era tradiçaõ serem os mancebos a acenderem o lenho`no adro da Igreja da terra. O lenho nunca poderia ser mais pequeno que o do ano anterior.


M

MAGOS - Cada um dos três sábios que foram adorar a Jesus a Belém e lhe ofereceram ouro, incenso e mirra. Atribuem-se-lhes os nomes de Gaspar, Melchior e Baltazar.

MARIA - Mãe de Jesus, invocada geralmente, segundo a tradição portuguesa Maria, Virgem Maria e Nossa Senhora.
Vida -O que se conhece da vida de Nossa Senhora consta principalmente dos Evangelhos canónicos, mas conservam-se também na tradição, muitos pormenores que já aparecem registados em Apócrifos do Novo Testamento, anteriores ao séc. IV.
Os seus pais, que se chamavam Joaquim e Ana, constam apenas da tradição.
Maria nasceu no ano 22 antes da nossa era.

MENINO - Menino Jesus, a imagem de Cristo na idade infantil.

MIRRA - Goma- resina aromática: "O Evangelho diz que os Reis Magos ofereceram ao rei nascido, ouro, incenso e mirra " já na lei de Moisés se determinava o uso de mirra com outros aromas, no óleo santo de unção.
Era também frequente o seu emprego em usos profanos.
Sabe-se que entre os gregos e Romanos se usava vinho com mirra para restaurar as forcas e que os egípcios empregavam a mirra no embalsamento de cadáveres e na composição de perfumes .

MISSA DO GALO - Esta designação da missa da meia-noite tem a sua origem em Espanha.
Pouco antes de baterem as doze badaladas da meia noite de 24 de Dezembro, cada lavrador de Toledo matava um galo, em memória daquele que cantou três vezes quando Pedro negou Jesus, por ocasião da sua prisão.
O costume de celebrar esta missa vigora já desde o século V, quando o Papa celebrou a missa, em Roma, na Igreja de Santa Maria Maior.
É o mais antigo costume cristão das festividades de Natal e dá-lhe o nome. "Christmas" (Natal em inglês) vem do inglês antigo "Christmas Maesse"

MOINHO - Máquina de triturar certas substâncias. Dá-se também o nome a uma pequena casa cilíndrica onde lá dentro se moem cereais.
O Presépio representa o nascimento e a aldeia de Jesus Cristo e nessa aldeia, tal como em tantas outras aldeias, havia um moinho.

Musgo - s. m. Nome de planta briodica. Espécie de espuma que se formam na água e em certo licores que se mexem e se voltam de cima para baixo.
A plante é utilizada no Natal para fazer o presépio.

MÚSICA - Arte de combinar os sons numa sucessão temporal. Na antiguidade grega era, originariamente, conceito colectivo para a arte dos sons, da poesia e da dança e depois passou a referir-se unicamente à arte dos sons. O Natal tem inspirado os compositores ao longo dos tempos que, sobre este tema, têm composto algumas das mais bonitas músicas de que há memória. Ex.: Noite Feliz , Jingle Bells, Adeste Fidelis (tradicionalmente atribuída a D. João IV), etc...

7 comentários:

Pitanga disse...

FELIZ NATAL A COIMBRA E A TODOS OS QUE A AMAM COMO NÓS.

Tozé Franco disse...

Cara Pitanga:
Em nome dos conimbricenses, muito obrigado.
Um abraço e um Santo Natal.

Anónimo disse...

olá!
bem...aquela receita de leite creme pôs-me mesmo água na boca! Eu sou gulosa e no Natal ainda mais!
O leite creme com canela por cima...me! sabe mesmo bem!!
E as rabanadas...nem se fala! A minha mãe faz umas tão boas!!

Olhe, um feliz Natal para si e para a sua fámília! E bem ano novo!
(coma muitos doces!!)

maria barros 6ºD

GK disse...

Gostei do início da receita de leitão! LOL Convém ser "depois de morto"! LOL
BOAS FESTASSSSSS!

Tozé Franco disse...

Olá Maria:
Desejo-te um Santo Natal na companhia dos que te são queridos.
Um abraço e até para o ano.

Tozé Franco disse...

Cara GK:
Experimentámos com o bicho ainda vivo e ele protestou... (lol)
Obrigado pela visita e desejos de um Feliz Natal.

Codinome Beija-Flor disse...

É mesmo fantástica essa sua idéia para os post's.

Pra o "L" - Liberdade, de pensamento. liberdade de ser o que verdadeiramente se sonha ser.

Para o "M" - mágia, para transformar as dores em parendizados.

Um abraço