sexta-feira, 27 de abril de 2007

Torre Sineira de Santa Cruz de Coimbra




Trago-vos hoje algumas fotografias bem antigas onde é visível a antiga Torre de Santa Cruz de estilo barroco.
Em algumas das fotografias é também visível o Claustro da Manga, ainda completamente rodeado pelas dependências do Mosteiro de Santa Cruz.
Como facilmente se constata ao passar na Praça 8 de Maio, a Igreja de Santa Cruz não tem sinos, tendo sido essa função desempenhada por esta torre, que se situava no local onde hoje encontramos as Escadas de Montarroio (última foto), construídas em 1986, tendo, ao centro, uma fonte que, em tempos, foi conhecida como Fonte dos Judeus e que, originalmente, estava situada na parte de cima da actual Praça do Peixe do Mercado D. Pedro V.
Da parte de cima da praça ficava a Antiga Judiaria.

  • 1ª foto - Para além da Torre, é ainda visível, do lado esquerdo da torre, o edifício onde está instalada a PSP e que era nem mais nem menos que o antigo Celeiro do Mosteiro, enquanto do lado direito (actual Escola Jaime Cortesão) ficava a Enfermaria.
  • 2ª foto - A Torre vista da parte de cima do Claustro da Manga, ainda este claustro estava rodeado pelas construções do Mosteiro.
  • 3º foto - A imponente torre sineira vista a partir do Calustro do Silêncio.
  • 4ª foto - Foto, não muito clara, que mostra a Torre a cair. A Torre entrou em ruínas tendo caído, ou melhor dizendo, tendo sido deitada abaixo, em 3 de Janeiro de 1935 (ruiu às 15h24), com a colaboração dos bombeiros que, para isso, injectaram água nos seus alicerces. A Gazeta de Coimbra fazia a seguinte descrição do acontecimento: "Queda imponente, majestosa, gradiosisíma dum belo-horrível deslumbrante". Um crime, diria eu. Parece-me que já se estava a ensaiar para o que, aluns anos depois, se iria passar na alta da cidade.
  • 5 foto - As actuis escadas de acesso a Montarroio(1), construídas no local onde estava a Torre e a Fonte dos Judeus.

Já agora, se quiser ver uma reprodução da torre tem sempre a possibilidade de o fazer no Portugal dos Pequeninos.

(1)Montarroio deve a sua designação ao facto de os seus terrenos serem argilosos e calcários (Monte Rubium - monte amarelo - designação que aparece e documentos do século XI).

O Restaurante do Jardim de Manga é uma boa proposta para comer algo quando o termpo urge. A comida, embora em regime self-service, é boa e o pessoal simpático. Há ainda a hipótese de levar comida para casa.

20 comentários:

Nuno disse...

De facto, há coisas incríveis que se vão perdendo com o tempo. O facto da torre ter entrado em ruínas é de uma tristeza atroz. A falta de investimento em obras de preservação e restauro aos monumentos é algo que, ainda hoje, se passa.

Um abraço,
Nuno.

Professorinha disse...

Eu tambéma adoro observar as fotos antigas e comparar com o que existe hoje em dia. As coisas mudam tanto!!!

Moura disse...

Foi um crime essa torre ter vindo ao chão. Tenho postais antigos com ela a ser demolida.
Vou mesmo ter de dar uma espreitadela na vasta colecção de postais do meu pai...
Um abraço

asn disse...

O "moura" faz, no comentário anterior, uma boa sugestão. Pelo que julgo saber, a colecção a que se refere, é, pela certa, digna de ser mostrada a público.
Esta reportagem a viajar pelo passado e a rememorar indícios históricos, alguns que se estão a perder por desleixo de quem de direito, está digna de ser devidamente apreciada.
A Torre Sineira da Sé de Leiria, também está em local separado da própria Sé. É uma das referências mais típicas de Leiria.
Resumindo: Coimbra é linda, mas também o era antigamente. Não se destrua o que de belo os nossos antepassados nos legaram!
Um abraço
António

sonhadora disse...

Um bom fim de semana.
Beijinhos embrulhados em abraços

A COR DO MAR disse...

Oi Toze ha tanto tempo que nao te visitava, mas o tempo escasseia demais...
Tema mto interessante tambem.
Um b domingo
Beijinhos

aminhapele disse...

Belíssimas fotos.
Quando era miúdo,já só havia aquele "buraco" em Montarroio,onde ficaram uns "restos" da Torre.
A Fonte dos Judeus ainda era utilizada,mas tinha lá um letreiro
que dizia que aquela água só se destinava a animais.
E lembro-me de lá ver burros e éguas a beber.
Bom fim de semana.

Jofre Alves disse...

Venho aqui sempre na esperança de encontrar novas e bonitas fotografias, porque tudo, mas tudo, é lindo, duma grande beleza, um verdadeiro prazer visitar este blogue. Um espectáculo a merecer os mais rasgados elogiso de parabéns. Assim vale a pena. Até breve e boa semana.

mffgm disse...

São meigos... os teus olhares!
Beijo
MFFGM*

Cristina Seabra disse...

Mais uma vez obrigada por dares a conhecer o que para mim é mesmo novo mesmo pertencendo ao passado....adoro aprender- esse bichinho da curiosidade não morre graças a Deus (?) :-) Já mostrei o teu blogue à minha mãe que se lembra de algumas coisas. Vou ter mesmo de me abster da escrita uns tempos, mas vou-te lendo assiduamente :-)
jinhos

Sei que existes disse...

Mais uma interessante comparação do antigo com o actual! é uma pena perderem-se certas coisas...
Bejos

GK disse...

Deves amar Coimbra MESMO muito. Estas recolhas dão imenso trabalho!!! Quando é que reunes isto em livro?
Boa semana.

Segredos da Esfinge disse...

Tozé,
O que mais me encanta na blogosfera é essa oportunidade de aprender constantemente.
Linkei seu blog no meu, e tem lá um post onde "reparti" um prêmio entre os amigos virtuais, e lá indiquei seu blog, por favor, aceite o singelo prêmio e cole aqui o "selinho", vou ainda tirar um tempo para ler desde o início do seu blog, já vi coisas fantásticas, ao poucos vou comentando.
E pra vc, uma semana ótima.
Bjo

Cris disse...

Olá. Andava a tua procura, há um bom tempo. Passas pelo Pedro. Deixei uma vez uma Dulce Pontes pra ti. Mas não vistes. Hoje não só te vi na segredo, como lá está o teu blog. Reparas, ô gajo, o mundo é menor do que imaginamos.
Teu blog é belo.
Bjs.

sonhadora disse...

Uma semana de sonho.
Beijinhos embrulhados em abraços

Segredos da Esfinge disse...

Tozé,
esqueci de dizer que vc pode eleger 5 blog's que mais gosta e dedicar-lhe o "selinho".
Abraços

al cardoso disse...

Continua a maravilhar-nos os essas historias e antigos postais.

De facto e de lamentar a queda da torre, mas temos que convir, que uma torre barroca, estava um pouco a mais nesse monumento romanico!

Um abraco amigo do d'Algodres.

Vera disse...

Excelentes imagens. Estive em Coimbra à cerca de um mês e as recordações dão bem para comparar com o que aqui mostras... Mas não entendo porque tiraram a torre!

Beijinhos

Enfim... disse...

imagens escelente muito bonito

Bjokas
Boa semana

padeiradealjubarrota disse...

Gosto muito de Coimbra. Tenho um carinho especial.