domingo, 4 de junho de 2006

Escarpiadas


Ui, que boas que elas estavam, na Festa da Família do CAIC!...
Para quem não as provou, aqui fica a receita desta iguaria, típica de Cernache e Condeixa-a-Nova, cujas origens remontam à Idade Média.

Estende-se um pouco de massa de pão sobre uma mesa e espalma-se.
De seguida polvilha-se com limão e mel e um pouco de açúcar amarelo (na receita original usava-se apenas o mel, que era muito mais barato e abundante que o açúcar).
Embrulham-se e colocam-se num tabuleiro untado com azeite e vão ao forno do pão (lenha).
Quando louras, tiram-se e guarda-se o molho para as regar.

Depois, bem depois é so comer...

4 comentários:

cascão disse...

as escarpiadas estavam mesmo boas... mas se o stor não falasse nelas é que era de admirar. ah! já me esquecia desculpe stor foi só uma brincadeira.

Tozé Franco disse...

O quê? a questão da encharcada?
Espero bem que fique boa...

Mithrain disse...

E nao podia faltar a bela da escarpiada hahaha que guloso :p

ai k bom aspecto ...

Vera disse...

olá, fiquei muito contente com este post uma vez que sou fã deste doce que conheço desde que trabalho em Condeixa. Há imenso tempo que procuro a receita e agora vou experimentar. Muito obrigada.