quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Arco do Bispo




Em 1880, o Bispo de Coimbra, D. Francisco de Lemos Coutinho, mandou edificar um arco para estabelecer a ligação entre o Paço Episcopal e a Sé Catedral.

Esse arco ficou conhecido como o Arco do Bispo, tendo sido demolido mais tarde, bem como a residência episcopal.

A título de curiosidade refira-se que o eléctrico, proveniente da Avenida Sá da Bandeira, subia a actual rua Padre António Vieira e passava por debaixo do Arco.

Actualmente, o aspecto é o que se vê na última fotografia.

Mais uma vez aqui fica o meu protesto por alguém (Salazar) nos ter privado da velha alta Coimbra, com a finalidade de construir muitos dos edifícios que actualmente constituem a Universidade.
A ideia era ter os estudantes juntos para mais facilmente os controlar...

11 comentários:

Cris Moreno disse...

Tozé, estou amando o cd. Vou fazer uma surpresa pra vc. Aguarde-me. É magnífico. Obrigada por tudo.

Beijos.

Ah! Que música do blog. Pelo amor de Deus !

Maria disse...

Pois... imagino...
"não há machado que corte
a raíz ao pensamento
porque é livre como o vento
porque é livre"...

Abraço

Tozé Franco disse...

Cara Cris:
Ainda bem que gostou do CD.
Quanto à música do blog, acho-a fenomenal. Não me canso de a ouvir (aliás cantamo-la no coro). No youtube há outras músicas deles.

Cara Maria:
Por muito que se queira ninguém nos pode controlar o pensamento.

A COR DO MAR disse...

Muito interessante, e as fotos dum local muito parecido com Óbidos

Bom f semana
Beijinhos

Sei que existes disse...

Obrigada por mais uma partilha de informação interessante!
Beijinhos grandes

al cardoso disse...

Mas nesse tempo nao se podia protestar, e os que o fizeram bem sabem o que lhes aconteceu!

Bem haja por nos devolver uma parte da Coimbra que muitos nao conheceram, nem que seja em fotografias!

Um abraco do d'Algodres.

Sofia disse...

Obrigada por ter comentado o meu blogue; deu-me a oportunidade de vir conhecer o seu! Gostei muito! Eu também sou professora e gosto sempre de ver os blogues dos colegas e o seu é verdadeiramente interessante. Voltarei com mais tempo, mas repito que foi um prazer...

ManuelNeves disse...

Viva!

A preguiça acabou! Cá estou de volta à blogoesfera.

Obrigado por partilhar mais um dado histórico/arquitectónico da nossa amada cidade, assim como as fotos, claro.

Delicioso como sempre este seu blog.

Um Abraço

Tozé Franco disse...

Cara A Ver o Mar:
Comparar Coimbra a Óbidos é um elogio (para os dois lados).
Um abraço.

Cara Sofia:
O meu modesto blogue espera futuras visitas. Ao seu voltarei de certeza.
Um abraço.

Cara Sei que Existes:
É com grande satisfação que registo as suas visitas. Obrigado. Então e que tal Borba?

Caro AlCardoso:
Um grande abraço desde este lado do Atlântico. Parabéns pela divulgação que faz da sua terra.
Um abraço.

Caro Manuel Neves:
É com grande alegria que registo o seu regresoo.
Bem-vindo de volta.

Pitanga disse...

Ver Coimbra. Ontem, hoje...sempre!

abraços

Pitanga disse...

Venho do Coimbra dos Amores e vi lá fotos do Largo da Portagem. Lembrei-me de uma cena assim:
-Filho, já estou na cidade. Onde a gente se encontra?
-No Largo da Portagem, tá bom pra você?
-Tô indo pra lá.


Faz tempo...