sábado, 24 de novembro de 2007

Arcos do Jardim

Um dos locais mais bonitos de Coimbra é a Praça dos Arcos do Jardim.

Estes arcos constituem, nem mais nem menos, o Aqueduto de S. Sebastião que foi construído no século XVI sobre o que fora outrora um aqueduto romano.
O Aqueduto servia para abastecer a alta de Coimbra, com água de variadas nascentes da cidade, entre elas a fonte D`El Rei do Convento de Celas, na parte alta da cidade.
Um dos arcos deste aqueduto tem a estátua de S. Sebastião de um lado e de S. Roque do outro, junto à casa Museu Bissaya Barreto.
O aqueduto ligava os morros onde se situavam o Mosteiro de Santana e o Castelo, vencendo uma depressão em vinte e um arcos, daí ter sido, em tempos idos, conhecido como aqueduto de Santana
É também conhecido como Arcos do Jardim, tendo sido construído pelo engenheiro italiano Filipe Terzio, no reinado de D. Sebastião.

O aspecto nem sempre foi o que conhecemos actualmente pois, encostados ao aqueduto, havia uma série de construções, entre as quais se destacavam: o Lar das Teresianas, a Leiteiria Académica de Joaquim "Pirata" e o Colégio Liceu.

Observando as fotografias podemos constatar que o aspecto era bem diferente do actual.

De referir que, com a demolição das casa, foi também abaixo, em 1959, um arco que dificultava a ligação da rua do Arco da Traição com a Calçada Martim de Freitas (actual rua de acesso ao Largo D. Dinis).

20 comentários:

Jofre Alves disse...

Passei para dar um abraço e apreciar o blogue, sempre de grande valia, que se vê com agrado. Boa semana.

Maria disse...

Fotografias tão lindas, Tozé.... que um dia destes ainda me fico por aí a rever uma Coimbra por onde já não ando a pé há algum tempo...

Boa semana para ti.
Um abraço

Tozé Franco disse...

Caro Jofre:
É sempre um prazer receber a sua visita.
Um abraço para Paredes de Coura.

Tozé Franco disse...

Cara Maria:
Estamos sempre a tempo de rever Coimbra.
Um abraço.

Cris Moreno disse...

Caramba, se tem coisa que eu gosto em arquitetura, são arcos! Excelentes! A música...nem fazer comentário!

Estou scaneando o material que vc mandou. Vai ficar lindo!

Beijos.

marisa disse...

Só conheço os arcos de hoje e, penso que por isso, não consigo deixar de pensar que falta uma estátua nessa praça :).
Muito interessantes os teus bolgs...muitos saberes, de facto!

Tozé Franco disse...

Cara Cris:
Esta é uma das praças mais comnhecidas da cidade. Espero colocar aqui uma fotografia actual.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Cara marisa:
Coimbra deixa sempre saudades em quem cá passa.
O blogue também tem sabores, embora um pouco ausentes, ultimamente.
Da Madeira lemro-me d emuitos sabores, especialmente do Jaquet no Funchal e de umas spetadas em Estreito da Câmara de Lobos.
Ah, já me ia esquecendo da Poncha caseira.
Um abraço.

Nuno disse...

Com toda aquela intervenção que a alta de Coimbra sofreu, até me admiro como é que os arcos conseguiram chegar ao séc. XXI!

Estás a fazer um óptimo trabalho, a recordar e dar a conhecer aquilo que Coimbra é e aquilo que Coimbra já foi.

Um abraço,
Nuno.

GK disse...

Lembro-me de ouvir A MINHA MÃE contar esta história. :)

al cardoso disse...

Quantas vezes para ir ao Hospital Militar, ou ao Jardim botanico passei debaixo desses arcos!
Ja la vao uns anitos, um dia destes volto por la!

Um abraco amigo do d'Algodres.

Tozé Franco disse...

Caro Nuno:
Obrigado pelas palavras simpáticas.
Um abraço musical.

Tozé Franco disse...

Cara GK:
De vez em quando também ainda ouço as histórias que o meu pai me conta, especlamente da baixa.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Caro Al:
Teri muito prazer em oreceber em Coimbra.
Um abraço.

Professorinha disse...

Já me dão saudades de Coimbra...

Venho também agradecer as tuas palavras de conforto.

Beijos

as-nunes disse...

São fotos como estas que nos animam, agora, aos actuais "maluquinhos" da fotografia, a continuar.
Pois que nos continuem a chamar "maluquinhos". Mais tarde alguém há-de encontrar interesse nessas fotos.
Entretanto, também vamos desanuviando e apurar o olhar!...
Um abraço, Tozé
António

Tozé Franco disse...

Cara Professorinha:
Cpoimbra deixa sempre saudades. Quanto às palavras de conforto nunca seiam suficientes.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Caro António:
Também eu gosto muito de fotografias: Quem sabe um dia?
Um abraço.

BATUTAMAN disse...

Caro António Franco, :)
Só para dizer que o man da batuta, (Batutaman) Voltou!!!
Depois da preguiça,voltou alguma,pequena,inspiração!!
Quanto a ti... continuas muito bem com esta bela cidade, Capital das Ks Negras.Parabéns
RP

Tozé Franco disse...

Caro Batutaman:
Bem vindo de novo a este mundo virtual.
Um abraço.