quarta-feira, 17 de outubro de 2007

M = igual?

Mais uma vez tive orgulho do Colégio onde trabalho e por ser professor dos alunos que o frequentam.
Integrada no trabalho que está a ser desenvolvido em colaboração com a Fundação Gonçalo da Silveira, subordinada ao tema "M=igual?, Igualdade não indiferança é oportunidade", teve hoje lugar a iniciativa "Levanta-te contra a pobreza", que visa erradicar a pobreza extrema no mundo, pretendendo-se assim contribuir para o cumprimento dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio.
Estes objectivos foram estipulados pelos 189 Estados Membros das Nações Unidas que pretendem, até 2015:
- Reduzir para metade a pobreza extrema e a fome;
- Alcançar o ensino primário universal;
- Promover a igualdade entre os sexos;
- Reduzir a mortalidade infantil;
- Reduzir a mortalidade na maternidade;
- Controlar a propagação do VIH/SIDA e do paludismo;
- Garantir a sustentabilidade do meio ambiente;
- Fomentar uma aliança mundial para o desenvolvimento, com metas para a assistência, o comércio e o alívio do serviço da dívida.

Nós demos a nossa contribuição com a sensibilização feita junto dos alunos e pelo enorme cabaz de géneros alimentícios que juntámos com a colaboração de todos.

Um bem-haja para todos pela maneira como aderiram, como estiveram e pela generosidade demonstrada.

7 comentários:

Professor Vieira disse...

Caro Mestre,

Embora com uma imagem de pouca qualidade, já está ao disponível um pequeno vídeo relativo a esta iniciativa que decorreu no Colégio:

www.apoio-ao-estudo.blogspot.com

Aí também há algumas fotografias sobre a efeméride... com boa qualidade de imagem!!!

Um abraço
.

Maria disse...

Que esta iniciativa se multiplique as vezes necessárias até serem cumpridos os objectivos.....
... só aí poderão traçar-se outros...

Um abraço

redonda disse...

Muito bom ler algo positivo!

Sei que existes disse...

São objectivos excelentes! Seria mesmo bom que fossem cumpridos.
Beijo grande

Professorinha disse...

Isto sim são actividades que valem a pena!!

Beijos

Pitanga disse...

Hoje quero Coimbra na minha festa.

Nuno disse...

Caro amigo,

Há muito tempo que não vinha aqui. Uma apendicite aguda afastou-me deste mundo durante umas semanas, mas agora já está tudo a regressar à normalidade.

Fico feliz por ver uma instituição, da qual já fiz parte, continuar a fazer aquilo que sempre fez: Ajudar os mais fracos e os mais necessitados. Que iniciativas destas dêem os frutos que nós desejamos e que a pobreza passe a ser uma coisa do passado.

Um abraço,
Nuno.