domingo, 7 de outubro de 2007

Fim-de-semana

Pôr-do-sol perto de Beja

Praça Marquês de Pombal em Vila Real de Santo António

Como forma de aproveitar os dias de folga, resolvemos ir comemorar a implantação da República e, já agora, o Tratado de Zamora (foi assinado a 5 de Outubro) ao Algarve a convite de um casal amigo.

Depois de uma partida em falso (o Rufi ficou doente) lá partimos para sul.

Estava programado um almoço em Évora, no Martinho da Arcada mas, dado o adiantado da hora, comemos uma sopinha de Pedra em Almeirim (coisa leve para quem vai conduzir depois de almoço).
No Algarve visitámos Vila Real de Santo António cuja construção foi planeada no final do século XVIII pelo Marquês de Pombal, como garantia de povoamento junto à fronteira espanhola, sucedendo à antiga povoação de pescadores denominada Santo António da Arenilha. A sua planta apresenta estrutura quadrilátera regular, tal como a Baixa de Lisboa.
Fomos a Espanha provar as tapas (que boas que estavam) e meter gasóleo a 90 cêntimos (90!!!) no Carrefour. Lá contribuímos nós para o orçamento espanhol!
Como o trempo estava óptimo e a água razoável, ainda deu para tomar um banho no mar.
No regresso comemos um Cozido à Portruguesa em Canal Caveira depois de evitar a Auto-estrada do Algarve por causa das simpáticas portagens da Brisa (Coimbra-Algarve fica em 30€, mais 30 para o regresso!). Lá prejudicámos, mais uma vez, o Orçamento de Estado português.

Um dia destes somos acusados de não nos importarmos com o défice orçamental.

P.S.: O Alentejo continua bonito como sempre. Em Évora, na pastelaria Pão de Rala, continua a comer-se dos melhores doces alentejanos. Eu que o diga pois tive que me debater com uma Enchacada excelente.

13 comentários:

Maria disse...

Tozé

Se eu engordasse só em pensamento, já cá estavam mais 2 ou 3 kilos.
A começar pela sopa de pedra (aque eu como no Toucinho), no pão de rala e outros doces conventuais (sim, que a minha imaginação viu logo a montra...) e no cozido em Canal Caveira....
Até vou beber uma água das pedras....
Belo passeio, belas fotos

Um abraço

Sei que existes disse...

Mas que viagem maravilhosa!
Só é pena esses preços escandalosos que vemos serem aplicados nas auto-estradas de Portugal (que, diga-se de passagem, não são nada de especial!) e no combustível automóvel...
Beijocas grandes

Joaquim disse...

Estes fins-de-semana prolongados tÊm de acabar, depois vÊm para aqui meter inveja.ESpero que tenha corrido tudo bem.
Quando passar por Beja recomendo a Adega Típica 25 de Abril(também conhecida por A25).
Abraço

al cardoso disse...

Mas que inveja, por essas viagens pelo nosso bonito Portugal e por essas iguarias que refere!

Quando sera que este (des)governo se convence que a economia so pode avancar com impostos e taxas baixas?

Eu nao o condeno por contribuir para a economia espanhola, se estive-se ai faria o mesmo!

Um abraco do d'Algodres.

Cris Moreno disse...

Eu gosto quando você escreve com roteiros. Vamos viajando junto com você. Parabéns.

A música...hhuuummmm

Beijinhos.

Pitanga disse...

Ouvir falar em Évora e vim correndo. Ao Algarve nunca fui, e agora, com esta declaração a respeito da "Brisa lhe deseja uma boa viagem", não sei se irei.
É melhor ir fazendo o trecho Viseu-Coimbra pelo IP3, que sai mais barato. hehe

abraços de quem só atravessa a Rio-Niterói. Ó dó!

Betty Branco Martins disse...

Olá Tozé

Parabéns por este "espaço" gostei e voltarei se não se importar:))


Beijinhos

Fernanda e Poemas disse...

Tozé, grata pels sua visita.
o seu blogue está lindíssimo.
O texto maravilhoso, que belo fim de semana e belas fotos.
Parabéns!
Fernandinha

AnaG. disse...

Esta viagem foi muito "levezinha"...

Sabe sempre bem dar umas escapadelas, principalmente por sítios onde se come bem...

Então o Rufia, perdão, Rufi,já está bom?

Beijitos

SoNosCredita disse...

eu fui até à capital ;)

aminhapele disse...

Só uma curiosidade em preços:
Hoje regressei ao Rio,vindo de Búzios.
Preço da gasolina: 1,43 Rs.
Para ter uma ideia 1 euro vale 2,65 Rs...
Até qualquer dia.
Um abraço.

citadinokane disse...

Tozé,
Como os portugueses são bons de garfo... deu fome, hein?!

Teresa David disse...

Tem graça que no regresso a casa da minha viagem pela Andaluzia, fiquei 2 dias em Serpa, pois adoro as cidades alentejanas, e, também comi o cozido no Canal Caveira. É sempre bom darmos um giro, seja pelo nosso País ou para fora não é? Para mim é uma completa terapia, e antidoto da rotina.
Voltei, com um novo post de início das histórias da viagem, com um pôr-do-sol também, entre outras imagens!
Bjs
TD