quarta-feira, 26 de março de 2008

Praça 8 de Maio

Praça 8 de Maio anos 50/60
Praça 8 de Maio e rua da Sofia (o eléctrico da esquerda ia para a Estação Velha)
O mesmo local na actualidade

Praça 8 de Maio e rua Visconde da Luz (primeiras décadas do século XX)

Fotografia da mesma época mas retocada a cores.
Praça 8 de Maio em 1979 (mesma perspectiva)

Praça 8 de Maio na actualidade


A Praça 8 de Maio é assim chamada por ter sido nesse dia, corria o ano de 1834, que entraram na cidade, as tropas liberais do Duque da Terceira.
Até aí, e mesmo muito depois, era popularmente conhecida como Largo de Sansão, devido ao facto de ali existir, no centro da praça, uma estátua dessa personagem bíblica que encimava um chafariz aí erguido. Construído a mandado de D. Afonso Martins, prior de Santa Cruz, foi-lhe acrescentada a estátua referida em 1592.

Curioso é o facto de, em 1612, a Câmara ter decidido proibir a lavagem de louça e roupas nesse local.

Esse chafariz acabou demolido em 1876, a fim de ser construído o actual edifício da Câmara Municipal de Coimbra.

Em tempos idos, o Largo de Sansão era um dos locais preferidos pelas vendedeiras, para aí venderem os produtos das suas hortas e não só, o que levou a Câmara, em 1784, a determinar que só aí podiam transacionar os seus produtos, as vendedeiras com mais de 50 anos e de boa reputação.

Muito lindo é Sansão
Que tem bicas a correr
Mais lindo é Montarroio
Que tem moças a valer.

Merece destaque, neste largo, a Igreja de Santa Cruz e o Café Santa Cruz, instalado na antiga Igreja de S. João de Santa Cruz, onde entrar é sempre um deleite para os olhos pois, para além de tomar um simples café, podemos apreciar os seus vitrais, bem como a magnífica abóbada que lhe serve de cobertura.
Desta Praça partem as ruas Olíumpio Nicolau Rui Fernades e as rua da Sofia, Visconde da Luz, Direita, Louça, Corvo e Figueirinhas.
Daqui também partia a linha de eléctrico que ia até à Estação de Caminho de Ferro de Coimbra B (Estação Velha), passando pela rua da Sofia e Avenida Fernão de Magalhães.

16 comentários:

Pitanga Doce disse...

Que bom que é "passear" aqui por Coimbra!

abraços de Pitanga

rouxinol de Bernardim disse...

Coimbra a eterna LusaAtenas é sempre uma «NAÇãO»!!!

Cristina Seabra disse...

querido amigo
obrigada pela canção da Sara- que coincidência,comprei sábado passado este CD da Sara Tavares, esta canção é um mimo para a alma- ouvir esta esta menina para mim tem efeito terapêutico :-)
obrigada pela constância, neste teu espaço, na partilha de saberes, sabores e escutas :-)
beijinhos, extensivos à malta do costume ;)

Tozé Franco disse...

Olá Pitanga.
É bom que possa passear por Coimbra através deste blog.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Olá Rouxinol de Bernardim.
Eu não teria dito melhor.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Olá Cristina.
Ainda bem que gostas de passar por aqui.
Um abraço e boa música.

Acordomar disse...

Eu penso mtas vezes que gostaria de viver em Coimbra :)

Li que passaste uma boa Pascoa, perto do mar ;) excluindo a fumaceira dentro do casino...
que mal !!!

Tem um bom Domingo
Mtos beijinhos

(Voltarei, nao sei é quando)

Tozé Franco disse...

Olá ACordomar.
Coimbra é um bom local para viver (ou nos arredores).
Espero pelo teu regresso à escrita.
Um abraço.

world soul disse...

Oi Tozé!! Não sei porque em alguns monitores se visualiza o mapa por completo e em outros não. Tente diretamente no site do desafio: http://www.travelpod.com/traveler-iq/?9877=ea88 (é só colar no navegador).

Depois me diga seu score! Boa sorte!! ;)

Bjs

al cardoso disse...

Excelentos documentos de uma Coimbra que conheci e hoje esta um pouco diferente! Nestes tempos mais ecologicos os electricos seriam uma mais valia, mas decisoes sao decisoes!

Um abraco de amizade dalgodrense.

São disse...

Para quem sempre tem saudades de Coimbra sem nunca lá ter vivido é estupendo poder passear por ela com tão bom cicerone!
Feliz domingo.

Carlos Ponte disse...

Belo "passeio". Obrigado por ciceronar.
Um abraço

Tozé Franco disse...

Olá World Soul.
Já joguei e já coloquei a pontuação no seu blog.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Olá Al Cardoso.
Nem sabe as suadades que tenho dos eléctricos onde me pendurava, por vezes, para ir para o liceu D. João III, masi tarde José Falcão.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Olá São.
Bem-vinda a este espaço.
Coimbra é a cidade da saudade.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Viva Carlos Ponte.
Não tem nada que agradecer.
Volte sempre.
Um abraço.