domingo, 27 de janeiro de 2008

Para variar um pouco...

A vida não é/está fácil.

Às vezes, quando vejo a indiferança com que muitos alunos encaram os estudos, a indifereança com que encaram os maus resultados, a facilidade com que se desculpam (e os desculpam) das asneiras que fazem e a legislação que vai saindo (veja-se o novo Estatuto do aluno), lembro-me dos princípios, com que Bill Gates brindou os alunos de uma Universidade onde fora fazer uma palestra e penso como muitos deles estão longe de os cumprir.

Então aqui vão:

  • A vida não é fácil — acostuma-te com isso. O mundo não está preocupado com a tua auto-estima.

  • O mundo espera que tu faças alguma coisa de útil por ele, antes de te sentires bem contigo mesmo.

  • Não ganharás 20.000 € por mês assim que saíres da escola. Não serás vice-presidente de uma empresa com carro e telefone à disposição antes que teres conseguido comprar o teu próprio carro e telefone.

  • Se achas o teu professor um antipático, espera até teres um chefe. Ele não terá pena de ti.

  • Vender cartão ou trabalhar durante as férias não está abaixo da tua posição social. Os teus avós têm uma palavra diferente para definir isso: oportunidade.

  • Se fracassares, não é culpa dos teus pais. Assim sendo, não lamentes os teus erros, mas aprende com eles.

  • Antes de nasceres, os teus pais não eram tão críticos como agora. Eles só ficaram assim por terem de pagar as tuas contas, lavar as tuas roupas e ouvir-te dizer que eles são “cotas”. Então, antes de salvares o planeta para a próxima geração querendo remediar os erros da geração dos teus pais, tenta arrumar primeiro o teu próprio quarto.

  • A tua escola pode ter eliminado a distinção entre bons e maus alunos, mas olha que a vida não é assim. Em algumas escolas não chumbas e dão-te todas as hipóteses que precisas até acertares. Isto não se parece nada com a vida real, pois nesta, se pisares o risco, estás despedido.

  • A vida não está dividida em 3 períodos. Não terás sempre os Verões livres e é pouco provável que outros empregados te ajudem a cumprir as tuas tarefas no fim de cada dia de trabalho.

  • A Televisão não é vida real. Na vida real, as pessoas têm que deixar o bar ou a discoteca e ir trabalhar.

  • Presta atenção àqueles que consideras uns "palermas". Existem grandes probabilidades de vires a trabalhar para um deles.

20 comentários:

Codinome Beija-Flor disse...

Tozé,
Mas a primeira escola deveria ser o lar, penso eu.
Sempre digo para minha filha que EDUCAR é obrigação dos pais, que na escola ela terá instrução e aperfeiçoamento da cultura, mas educação ela vai ter primeiramente em casa.
Abraços

(A música de hoje é fabulosa, você precisa me ensinar como coloco música em meu blog.)

Codinome Beija-Flor disse...

Tozè,
Mudei o nome do seu blog, vai lá ver como ficou.
Bj

citadinokane disse...

Tozé,
Vou anotar essas regras e distribuir para os meus alunos.
Abraços,
Pedro

Tozé Franco disse...

Cara Beija-flor:
Também acha que a educação compete aos pais. Hoje, não só muitos pais se demitem dessa obrigação, como o próprio Estado, em Portugal, lhe quer retirar esse direito, ao pretender substitui-los em muitas matérias.
Quanto ao nome do blogue, já visitei o seu e agradeço a sugestão. Muito me alegra saber que a minha escolha musical é apreciada desse lado do Atlântico, onde tão boa músicas se faz.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Caro Pedrito:
É preciso que alguém os acorde para a realidade.
Um abraço.

Ana Ramon disse...

Pois.. irão acordar da pior forma e sem estarem preparados para a realidade. Mas vai ter que ser. Não há volta a dar.
Um beijinho

Oris disse...

A culpa deste desinteresse é do facilitismo do sistema educativo. Muitos dos alunos estão-se nas tintas porque sabem que os professores deixaram de ter autoridade nas escolas.
Que lhes interessa estudar se podem ter um diploma saído nos pacotes da Farinha Amparo?

Os pais, a pouco e pouco, têm-se demitido do seu papel de educadores e muitas vezes são eles os culpados da má educação dos filhos.

Acho que nem com os princípios de Bill Gates pendurados ao pescoço, iriam mudar as suas atitudes...

Boa semana...
Beijitos

al cardoso disse...

Caro Amigo Franco:

Por favor faca chegar esta entrada ao nosso (des)governo, principalmente a "socratissima persona" e a senhora ministra da Educacao!

Parabens pela licao que nos deu!

Um abraco amigo dalgodrense.

Tozé Franco disse...

Olá Ana Ramon:
Quando acordarem para a realidade tramam-se a eles e a nós, pois são els que nos hão-de pagar as reformas. Por isso já perdi a esperança de alguma vez me reformar.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Caro Oris:
Penso que o país vai pagar, com juros, as políticas educativas seguidas ao longo destes anos. Até já há CEFs de jogador de futebol....
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Cato Al:
Espero que esteja tudo bem, pois estranhei a sua ausência.
Acho quer isto é a política do quem vier a seguir que fecha a porta....
Como os resultados só serão visíveis daqui a tempos, que se "lixe".
Um abraço.

jnavarro disse...

:)

Bom já ia com um comentário longo quando decidi apagar e começar de novo.

Não foi por nenhuma razão em especial mas sou sensivel a esta temática.

A rapaziada convence-se mesmo que isto está fácil...é só estudar e pronto! E mesmo assim muito nem isso fazem.

Outros acham que poderão abrir um negócio... claro que passa por uma disco, ou um bar... ou outra qualquer empresa... Quando o que mais se vê por aí são negócios a abrir e a estoirar ao fim de meia-dúzia de meses em que não se consegue sequer pagar a renda.

Mas também, quando olhamos para o nosso parque automóvel temos que admitir que se percebe porque é que os jovens acreditam nisto...

Olha para a janela e espreita o que se passa lá fora :) Ou todos vendem droga, ou todos têm pais ricos, ou acabaram de receber heranças...

Pelo que se vê na rua... andamos todos ricos :)

Um grande abraço e até breve

Nota: Sobre a Ponte dos 5 reis, há novidades?

Afinal...voltei a escrever um longo comentário, as minhas desculpas.



chauffeur.navarrus@gmail.com

Tozé Franco disse...

Caro Jnavarro:
Acho que a escola não anda a preparar as pessoas para a vida. Anda a preprar númros para a sestatísticas, infelizmente.
Quanto à Ponte dos 5 reis ainda nada sei.
Um abraço.

Professorinha disse...

Na escola onde eu estava nessa altura, afixaram esses princípios na parede da Sala de Estudo. Não sei se os garotos liam isso...

Houve gente que ficou muito chocada...

Fica bem

ManuelNeves disse...

Viva!

Caro Tozé

Esta não é uma aula de História, mas, uma história de vida.

Como sempre oportuno. Parabéns!

Tozé Franco disse...

Cara Professorinha:
Infelizmente ler é diferente de perceber.
Alguns, quando perceberem, já não vão a tempo.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Caro Manuel:
Infelizmente alguns pais não vêem ou não querem ver...
Os filhoas vão pagar este desnorte com juros e nós, infelizmente, também.
Um abraço.

Color disse...

Certíssimo!!!
Quem está um pouco atento já percebeu isso tudo sem precisar de ser Bill Gates e quem é educador também tem tentado transmitir esses princípios.
Mas se não nos ouvem a nós podiam ao menos ouvir lá o Bill!!!

Abraço


Ps.Não consegui encontrar Coimbra é uma lição (April en Portugal)pelo Louis Armstrong.Conhece algum link?

Tozé Franco disse...

Cara Color:
infelizmente a Escola nad consegue fazer se as famílias não estiverem do seu lado.
Um abraço.

Anónimo disse...

É verdade que o interesse dos alunos é cada vez menor, e eu lido com isso de perto.
Noto tambem que por influência de 'morangos' e outras series do genero, o 'fixe' agora é quebrar as regras, é ser o 'baldas'.O que me preocupa muito: É esse desinteresse e a ilusão de "tudo sem fazer nada que educa estes pobres que serão o nosso futuro"

Passando a expressão : "Meu Deus, perdoa-lhes que eles nao sabem o que fazem"

Um abraço.

Suzana.