quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Portugal dos Pequenitos.

Um dos locais mais visitados de Coimbra é, sem sombras de dúvida, o Portugal dos Pequenitos.

Este espaço foi inaugurado em 8 de Junho de 1940, depois de ter sido pensado pelo Professor Bissaya Barreto e projectado pelo arquitecto Cassiano Branco.
A primeira parte da construção, foi feita entre 1938 e 1940 e é constituída pelo conjunto de casas regionais portuguesas. Solares de Trás-os-Montes e Minho, casas típicas de cada região com pomares, hortas e jardins, capelas, azenhas e pelourinhos. A este núcleo, pertence também o conjunto de Coimbra, espaço onde se encontram representados os monumentos mais importantes da cidade.
A segunda fase integra a “área monumental”, espaço ilustrativo dos monumentos nacionais de Norte a Sul do País. De realçar a cópia da janela do Convento de Cristo em Tomar, obra em cantaria da autoria de Valentim de Azevedo.
Terminada em finais dos anos 50, a terceira fase engloba a representação etnográfica e monumental dos países africanos de língua oficial portuguesa, e ainda do Brasil, de Macau, da«os territórios da Índia e de Timor, rodeados por vegetação própria destas regiões. Esta fase integra também monumentos das regiões autónomas da Madeira e dos Açores.
No local onde, actualmente, existe este espaço, existia antes uma Praça de Touros, denominada Coliseu de Coimbra, obra datada de 1925. Nela se realizavam corridas de touros (era a maior praça do país), espectáculos musicais e sessões de cinema.
A última corrida de touros teve lugar a 17 de Julho de 1934, porque, no ano seguinte, a 4 de Abril, um fogo destruiu-a totalmente (sobraram a cabina de projecção e o projector).
Foi nesse lugar que foi erguido, depois disso, o Portugal dos Pequenitos.

37 comentários:

Maria disse...

E é tão bonito este Portugal dos Pequeninos....
Obrigada...

Um abraço

Joaquim Baptista disse...

Bendito incendio

Abraço

Joaquim Baptista

Tozé Franco disse...

Cara Maria:
É um espaço muito curioso, sobretudo porque podemos fazer um passeio pela arquitectura portuguesa num espaço pequeno.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Caro Joaquim:
Eu não teria dito melhor....
Um abraço.

al cardoso disse...

Embora ja nao seja nada pequenino, e lugar onde espero voltar na minha proxima visita, bem haja por nos mostrar essas belas fotografias!

Um abrco d'algodrense.

Pitanga disse...

Há lá uma casinha verde e branco em que tenho fotos com tres crianças em épocas totalmente diferentes.
O filho mais velho, o mais novo (doze anos depois) e Julinha (vinte anos depois) E o encanto é sempre o memso para as crianças. Tomara que políticas esquisitas que andam por aí, também não achem que isto deva mudar de nome.

abraços

Lu disse...

Bem antes o Portugal do Pequenitos do que uma praça de touros. Sem dúvida!
Um belo sítio para as crianças "visitarem" o seu país em pouco tempo. :)

Um abraço

as-nunes disse...

Corroboro as palavras já anteriormente ditas: "bendito incêndio".
Feitas as contas de cabeça já lá não vou dar uma vista de olhos desde os tempos de criança dos meus filhos. Ou seja já lá vão uns 30 anos...
Mas que é uma obra didáctica lá isso é.
Um grande abraço
António

Chanesco disse...

Neste mundo à sua escala, os pequenitos sentem-se granditos.

Meu caro Tozé, um abraço.

Gata Verde disse...

Este é um espaço divinal. Quem o visitou em pequeno e anos mais tarde regressa, sente que tudo encolheu.

Na minha próxima ida a Brasfemes tenho de fazer um desvio...

Beijinhos e bom fds

Nuno disse...

Afinal, os anos 40 não foram só desgraça para a cidade de Coimbra (demolição da alta). A criação deste espaço - Portugal dos Pequenitos - que é único em Portugal foi uma ideia brilhante.

Um abraço,
Nuno.

Nuno disse...

E mais: Acredito que se o incêndio tivesse ocorrido mais recentemente, a praça de touros destruida ia dar lugar a uma especulação imobiliária de tal ordem, que hoje, certamente estaria ali uma urbanização e não um Portugal dos Pequenitos.

Tozé Franco disse...

Cara AL:
Se não se importar, terei muito gosto em acompanhá-lo.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Cara Pitanga:
Era giro ver essas fotografias.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Olá Lu:
Ainda bem que não se lembraram de construir uma nova praça.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Caro António:
Ainda somos acusdaos de incendiários.
Um dia destes espero vê-lo por lá.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Caro Chanesco:
É um espaço único. A última vez que lá fui, foi com um grupo de alunos espanhois que gostaram muito de visitar o local. É como dar uma volta a Portugal sem sair do mesmo local.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Cara Gata Verde:
Espero que a próxima visita a Brasfemes, além da Chanfana, inclau uma visita ao local.
Um abraço.

Tozé Franco disse...

Olá Nuno:
É sempre bom ter-te por cá.
Afinal também houve algo de bom nos 40. Quanto às urbanizações, já rodeiam completmente o espaço.
Um abraço.

Professorinha disse...

Eu só fui ao Portugal dos Pequenitos uma vez, quando era pequenita. Lembro-me que adorei aquele sítio feito à minha medida...

Ficou a promessa de lá voltar...

Fica bem

Acordomar disse...

Continuas a divulgar-nos Coimbra, e este Portugal é lindo ;)
B domingo para ti
Beijocas Toze

Oris disse...

Não conhecia a história do Portugal dos Pequeninos, apesar de ter passado por lá em diversas ocasiões.

Gostei das fotos...

Obrigada, por aquilo que me ensinaste hoje.

Beijitos

Teresa David disse...

Este é um espaço que me faz voltar á infância dos meus filhos, pois eu própria em criança nunca o visitei. Acabei por fazê-lo várias vezes através de cada um deles. Tenho fotos deliciosas com eles nas casinhas todas quando foram a primeira vez tão pequeninos que entravam nelas e podiam espreitar nas janelas e tudo!
As fotos aqui presentes também estão lindas.
Bjs
TD

Lia Noronha disse...

Que lugar mágico...encantador!
Obrigada pela visita carinhosa ao meu Cotidian.
serás sempre bem vindo por lá.
Abraços de bom fim de semana pra ti.

reizinho disse...

Agradeço as boas vindas à minha apresentação.
Digo-lhe que conheci o Portugal dos Pequenitos quando,eu próprio,era pequenito.
Quem me lá levou foi aminhapele.
Gostei muito,mas ainda não tive oportunidade de lá voltar.
Lembro que,nesse dia,aminhapele teve uma grande discussão com umas pessoas que tentavam denegrir Bissaya Barreto.
aminhapele,nesse tempo,não era uma pessoa tão calma e tão cordata.
Pouco faltou para uma cena de pancadaria.
Tenho a certeza que,nesse tempo,aminhapele também venceria nesse jogo.
Foi assim,desde miudo,que aprendi quem foi Bissaya Barreto e o respeito que nos deve merecer.
Também tive ocasião de conhecer o senhor seu Pai.
Quando hoje o recordámos,ele chamou-me a atenção para que já não usava bigode,há muitos anos.
E tem sido nesta conversa,de fim de almoço,que tenho ocupado a minha breve estadia em Coimbra...
Lá para a 1 ponho-me a andar(deixei cá a minha filhota) e voltarei no fim do mês.
Vou tentar ser "regular" nas visitas,mas nunca fui "regular" na vida.
Um abraço de um amigo de aminhapele

alfabeta disse...

Já fui e adorei, agora quero lá levar os meus filhos.

Cris Moreno disse...

Lindo, Tozé. Adoro esta série que vc está fazendo do antes e depois. Parabéns.

Beijos.
Boa semana.

Tozé Franco disse...

Cara Professorinha:
As promessas são para cumprir. Aproveitas para rever Coimbra.
Um abraço e boa semana de trabalho com PIEF e sem eles.

Tozé Franco disse...

Olá Cor do Mar:
Coimbra é uma das minhas paixões, daí a divulgação.
Também não deixa de ser verdade que não tenho viajado, por isso, tenho de aproveitar para divulgar Coimbra.
Um abraço e boa semana.

Tozé Franco disse...

Cara Oris:
Sempre às ordens.
Há muitas histórias curiosas de Coimbra, como aliás de outras localidades. De algumas delas já aqui se deu conta.
Um abraço e boa semana.

Tozé Franco disse...

Cara Teresa:
É bom relembrarmos episódios da nossa vida. Ainda bem que o que escrevo e mostro trazem lembranças a quem os lê.
Um abraço e boa semana.

Tozé Franco disse...

Olá Lia:
Tenho muito gosto em recebê-la aqui. Espero que seja a 1.ª de muitas visitas.
Um abraço desde este lado do Atlântico.

Tozé Franco disse...

Caro Reizinho:Obrigado pelas palavras que me dirige. Bissaia Barreto deu muito a esta cidade e não só. A sua obra não merecia ser denegrida pelo facto de ter sido feita antes da revolução. O Portugal dos Pequenitos ái está para o provar.
Gostei de saber que conhece o meu pai. Espero que o palato também o tenha conhecido.
Um abraço e espero por si aqui.

Tozé Franco disse...

Cara Alfabeta:
Quando levai a minha filha a lguns lugares: Portugal dos Pequenitos, Eurodisney, Parque Asterix, etc, fi-lo por ela, mas aproveitei também para me divertir muito e lembrar os meus tempos de petiz.
Um abraço e volte sempre.

Tozé Franco disse...

Olá Cris:
Ainda bem que gostas. Vou continuar por mais uns tempos a divulgar a Coimbra de ontem e de hoje. Depois se verá.
Um abraço.

Pandora disse...

Tozé retribuindo a visita, amei seu blog. Vou linká-lo ao meu blog e visita-lo sempre.

Amei as fotos e os dados históricos.


Beijos.

Tozé Franco disse...

Ola Pandora:
Então bem vinda.
Espero que seja a primeira de muitas visitas.
Vou linkar o seu blogue.
Um abraço.