quinta-feira, 14 de junho de 2007

Montemor-o-Velho







Embora o post seja sobre Montemor-o-Velho vou começar por falar de Maiorca.
Maiorca é uma povoação localizada na base do monte de S. Bento, na margem de uma ribeira que desagua no rio Foja.
A história que conta o seu nome é uma curiosidade etnográfica.
O nome teria surgido devido à rivalidade com a vila situada no lado oposto da palnície aluvial do Mondego: Montemor.
Os habitantes de Montemor diziam que o seu monte era o maior (mor), ao que os de Maiorca retorquiam, dizendo: Maior é o de cá!
Entretanto, com o passar dos anos Montemor viu o seu nome aumentar para Montemo-o-Velho, quando a reconquista avançou para sul e foi conquistado um outro Montemor que, por ser terra recente, se passou a chamar Montemo-o-Novo.
Em Montemor-o-Velho comiam-se, há alguns anos, umas espigas doces, que hoje se podem encontrar em Tentúgal, na Pousadinha, que muitos conhecerão por causa dos pastéis de Tentúgal e das queijadas.
Bom proveito.

19 comentários:

Francisco disse...

Quando vieres de Montemor, passa por tentúgal e traz uns pastelinhos cá pr'á gente. Abraços.

Serenidade disse...

Não sei porquê mas cada vez que passo por um castelo ou vejo um, fico toda arrepiada, como se existisse uma ligação estranha entre a minha pessoa e os castelos...

Gostei muito de passar por cá... Gostei deste sabor e desta história. `

è bom saber que ainda há quem goste da nossa cultura e das nossas tradições.

Batutaman disse...

Ok! A parte da história é importante, mas aqueles pastelinhos de Tentugal... ui, ui :)
E uns docinhos destes no final do Festival? Assim como quem quer relaxar e reflectir após um esforço muito grande e, sentados numa cadeira, à volta duma mesa com uns pastelinhos destes,estaladiços!!!!
Era uma boa! A bebida temos lá :)
Abraço
Batutaman

Prof. Dr. Caturra disse...

Quem não tem o que escrever fica publicando foto. Boa merda este blog!

al cardoso disse...

Gosto muito dos paiteis de Tentugal. Montemor-o-Velho tem um magnifico castelo.

Um abraco.

pitanga disse...

Ai acho lindo, mas sempre que passo estou indo a algum lugar e nunca paro. Preciso corrigir isso.

abraços

asn disse...

E que belas coisas nós temos cá dentro!
Como é possível assistir-se a tanto entusiasmo, despesismo (apesar dos preços módicos)e dispêndio de energias e tempo, para se ir passar uns dias num qualquer lugar dito exótico, algures na América Latina?
Já atentaram na desproporção de horas de voo para se ir tomar um banho de mar e sol em clima tropical? Nalguns casos as pessoas até se limitam a ficar encafuadas no aldeamento turístico e pouco mais.
Úm abraço
António

Nuno disse...

O Castelo de Montemor-o-Velho é lindíssimo e as paisagens que se vêem de lá são fantásticas.

Quanto aos pastéis de Tentúgal... Sempre que passo em Tentúgal levo uma caixa para casa. Já experimentei os da Pousadinha e os do Afonso e, sinceramente, gostei mais dos do Afonso. Mas boas, boas, são as queijadas da Pereira!

Um abraço,
Nuno.

Professorinha disse...

Cada vez que aqui passo fico a conhecer sítios giros de visitar, e eu adoro pasteis... e castelos... e verde...

Fica bem :)

Tozé Franco disse...

Caro Professor Doutor Caturra:
Para Doutor o tipo de linguagem usada não está má. Está ao nível de quem a escreve.
Quanto à censura e ao facto de ela dever existir para que alguns blogues não esivessem online, nem vou perder muito tempo pois tenho fortes convicções democráticas e serei o 1º a lutar para que possa dizer livremente tudo o que lhe passe pela cabeça, por mais idiota que seja.
Para terminar deixe-me dizer-lhe que, para mim, é um elogio haver certas pessoas que dizem mal de mim ou do que escrevo.

Moura disse...

Deve ter sido um Dr. que aproveitou o programa "novas oportunidades"...mas deve ter tido dificuldades em passar na cadeira "oportunidade nas intervenções". Mas como já li em tempos...no melhor pano cai a nódoa! Quem visita este espaço de elevada qualidade não vai reparar nesta primeira nódoa que acabou de aparecer.
Um abraço e mais uma vez obrigado por um pormenor ligado à toponímia da nossa região.

al cardoso disse...

Ja reparam que o " pf. dr." e brasileiro!!!

Alex Pinheiro disse...

Opa! tudo bem!? por acá vim parar... e tu não vai acreditar que foi graças ao Caturra e seus comentários descabidos,,, rs... a prósito desse fake devo adiantar que não se mede uma nação toda por uma pessoa só Al Cardoso,,, tenho me incomodado com o comentário pq sou brasileiro,,, rs...

Tens aqui belas imagens e cultura gratuíta, isso paga meu cobre... inda mais qdo trabalho na área do turismo,,, obrigado, tens criado blog interessante...

Abraços e agradáveis reproduções!

elsa nyny disse...

Querido Amigo!
Parece que vim em boa hora, continua por favor a deliciar-nos com as fotos do nosso Portugal e com toda a tua sensibilidade que é louvável!!!

Adoro passar por aqui...desculpa não aparecer sempre é que o tempo por vezes não dá para tudo!!!


beijinhos pa ti!!!

Carlos Ponte disse...

Tozé, quando vier até cá acima não se esqueça dos pastelinhos para os amigos. Sobre aquela caturrice lá de cima.
Um abraço

Nuno disse...

O caturra deve ter inveja de não conseguir ter um blogue igual a este! Enfim...

Cristina Seabra disse...

Ai António José...estes teus posts deixam-me a salivar ;-)naquele dia em que te encontrei na "Pousadinha" desforrei-me com um desses maravilhoso pasteis de Tentúgal- lá é tudo tão bom, bolas, o difícil é escolher e os doces são mesmo ao estilo "caseiro", o recheio tem mesmo ovos, é de comer e chorar por mais (!!!) porque o colesterol não permite ;-)
Já agora, na continuação do que escrevi a semana passada, e segundo a minha amiga Nanda, alegra-me dizer que a Maria do Céu, fundadora do Dhaka Project no Bangladesh ganhou o prémio de MULHER EUROPEIA DO ANO. Mais informação sobre o Projecto, que há-de arrancar também entre nós, no blog:

http://pendulices.blogspot.com/
e no meu claro ;-)
Beijinhos e boa semana!

Maria disse...

Salivando vi a foto, salivando continuo depois de te ler....

Boa semana

ficanela disse...

Ainda ninguem falou dos gatos voadores do Catelo de Montemor-o-Velho, hehehe
Os famosos gatos voadores (noticia apresentada não ha muito tempo na tv) foram uma serie de meninos de ideias estranhas que tomavam todo e qualquer gato que pela frente lhe aparecesse, logo eram transportados para o castelo e com o telemovel era filamdo o voo do pobre bichano.

Os pasteis de tentugal são delicioses, mas para mim as queijadinhas queimadinhas... hum hum não há igual!!!

Mais recentemente, na Pousadinha em Tentugal, foi inventado pela D. Cacilda as deliciosas Tochas que aconselho vivamente experimentar, é um subtil cone recheado de doce de ovos com um belo enfeite de fio de ovos. Na minha opinião as Tochas não são só uma iguaria deliciosa, como tambem se tratam duma bela obra de arte.
A Pousadinha, recentemente remodelada, no seu interior combina a harmonia do antigo, com o requinte do serviço.
Uma novidade recente, logo na entrada uma replica de uma das janelas do convento... uma visita historicamente deliciosa. PARABÉNS a quem dirige a Pousadinha! MSJ