sexta-feira, 11 de maio de 2007

Mercado D. Pedro V



O Mercado D. Pedro V, ou Praça com é conhecida entre os conimbricenses, é o principal mercado da cidade de Coimbra.
O Mercado foi construído no ano de 1867, depois da extinção das Ordens Religiosas e da nacionalização dos seus edifícios e terras, no local onde ficavam a horta e o laranjal do Mosteiro de Santa Cruz.
Este Mercado veio substituir o antigo de que já aqui falámos e que se realizava na Praça de S. Bartolomeu, conhecida actualmente como Praço do Comércio ou Praça Velha.
O espaço foi sofrendo obras ao longo dos tempos, tendo recebido portões no ano de 1904.
As três primeiras fotografias, tiradas sensivelmente do mesmo lugar, mostram-nos o mercado no início do século XX, com o aspecto que teve até às grandes obras que lhe deram o aspecto visível na 2ª fotografia. A zona retratada mostra-nos uma das principas entradas do Mercado que está hoje transformada numa zona de cargas e descargas (2º e 3ª fotografias).
Quanto à 4ª fotografia mostra-nos um grupo de vendedeiras do mercado, no início so século XX com os produtos que traziam do campo.
Na última fotografia, de 1979, é visível, ao fundo, a chamada Praça de Peixe, bom exemplar da arquitectura do ferro de finais do século XIX, inícios do século XX.

30 comentários:

Profundamente disse...

Vim desculpar-me pela ausencia, esta falta de tempo deixa-me sem tempo para nada, venho a correr deixar um abraço.

Professorinha disse...

Mais umas fotos muito bonitas :)

Gostei!

Maria disse...

Tens um "meme" n'o cheiro da ilha...
Estás à vontade para fazeres o que entenderes.

Bom fim-de-semana

olho_azul disse...

Confesso que de Coimbra pouco conheço, mas é sempre bom passar por aqui, para ir descobrindo Coimbra nos olhos de quem aqui deposita belas imagens.

Bom fim de semana

Cris disse...

Tozé, como é visível a história...podemos até tocá-la, não?
Gostei da música(adorei).
A segredos está de volta, não sei se sabes, mas ela tentou parar o blog e não conseguiu - foram inúmeros pedidos.
Ela colocou uma música que amo muito...vais gostar também. Entra na caixinha de músicas da segredos.

um beijo e boa noite.

Chama Violeta disse...

Não conheço Coimbra,quem sabe um dia! Obrigada por partilhar um pedaço da história que eu não conhecia.
Bom final de semana e fica bem!!!

Cris disse...

Ei Tozé, perdoa-me falar assim com você. Não quero ser nenhum incômodo, apenas mais uma amiga, aqui do outro lado do Atlântico. Nós, brasileiros, somos assim mesmo,chameguentos, amorosos, amigos, companheiros.

Bjs.

Tozé Franco disse...

Profundamente:
Ainda bem que regressou.

Professorinha:
Obrigado pelo elogio das fotos...

Maria:
Obrigado por se lembrar de mim. Vou postar um pensamento...

Olho Azul:
Ainda bem que fica a conhecer melhor Coinbra

Cara CRis:
Obrigado pelas visitas. osto da maneira como se fala desse lado do Atlântico. Volte sempre.

Chama Violet:
Há sempre um 1ª vez. Coimbra é uma cidade muito bonita.

Tozé Franco disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cris disse...

Ei menino...Feliz Dia das Mães por ai...

mil beijos. Obrigada.

Tozé Franco disse...

Cara Cris:
O dia das mães em Portugal celebra-se no 1º Domingo de Maio (este ano foi dia 6), mês de Maria.

Antona disse...

Muy buen documento,nos muestras.La evolucion de las ciudades es imparable
um abraÇo amigo

Cris disse...

Então...embora tardio e presente para nós...fica a homenagem, não?

um beijo.

Cris disse...

A remoção tem alguma haver?

Bjs.

Cris disse...

"coisa"

Tozé Franco disse...

O comentário excluído era meu e era uma repetição do anterior.´

Moura disse...

Lembro-me de na época da latada irmos "roubar" nabos para dar de "comer" aos caloiros. Não me esqueço de um que adorava comer o nabo super carregado de piri-piri...
Um abraço

Margri disse...

Obrigada pela visita e palavras simpáticas.
Também gosto imenso de Coimbra, para mim a cidade mais romântica de Portugal.
Além de ter lugares de um encanto mágico, como o Choupal, o Penedo da Saudade, a Quinta das Lágrimas e outros, foi lá que ouvi as primeiras serenatas e aprendi a gostar do fado de Coimbra.
São recordações que não se podem esquecer.

Um abraço e boa semana.

Cris disse...

Que alívio...

um beijo.

cacharel disse...

Olá Tozé!
Não conhecia o Mercado D.Pedro V. :)
São estas fotos que vemos bem as mudanças do antigamente.
Outro dia estive a ver algumas fotos do Funchal há muitos anos atrás... dá que pensar.

Obrigada por partilhares.

Beijo e boa semana*

Cris disse...

Oi...bom dia e boa semana.

um beijo.

pitanga disse...

Se reparar até o azul do céu em Coimbra é diferente.

abraços

Vitor disse...

obrigado pela passagem e comentário ao meu blog

Sei que existes disse...

Ando mesmo com vontade de ir dar uma volta por Coimbra e reparar nesses promenores!...
Beijinhos

Tozé Franco disse...

Caro Arqueólogo:
Obrigado pela achega dos nabos.
Viva os nabos...

Margri:
Coimbra tem os seus encantos que pelos vistos também sentiu.
Um abraço.

Cacharel:
Fico à espera das fotos do Funchal.

Cris:
Ora viva.

Pitanga:
O azul é sempre bonto. Isto é o meu ldao futebolístico a falar. O meu curso também é azul.
Um abraço.

Vitor:
Obrigado pela mensagem.

Sei que existes:
Coimbra tem muito que descobrir. Esta semana e para a próxima tenho cá adois grupos de alunos espanhóis para os ajudar a descobrir, um pouco, os segredos da cidade.

Eduquês disse...

Voltámos ao Antigo Regime.

GK disse...

O Mercado está actualmente bastante bonito e agradável. Por acaso, esta segunda foto não lhe faz justiça... :(
Bj.

Alexandra disse...

Primeiro que tudo venho agradecer tardiamente (mais vale tarde que nunca) a passagem e palavras deixadas no meu espaço.

Confesso que conheço Coimbra muito mal mas adorei conhecer este blog recheado de história. Parabéns, aprende-se imenso.

Um abraço!

Cris disse...

Oi...um beijo e bom dia.

Cristina Seabra disse...

Amigo só mesmo para deixar um beijinho que já me excedi no meu canto...acontece-nos cada uma...obg por mais este post!