terça-feira, 21 de novembro de 2006

Cacela Velha




Hoje, proponho-vos uma visita ao Algarve. Não à Quinta do Lago, ou à Praia do Ancão, muito menos provar um petisco no Gigi, até porque não quero dar cabo do vosso orçamento familiar. Além disso não vá acontecer que saiamos em alguma revista cor-de-rosa. Abernúncia.
A proposta que vos faço é Cacela Velha, pequena localidade situada junto a Cacela, a cerca de 12 Km de Vila Real de Santo António. A época do ano é boa, pois podemos disfrutar de um Algarve sem confusão, sem grandes filas de carros, mesmo na Nacional 125.
Pois bem, Cacela Velha é uma pequena localidade situada no início da Ria Formosa, lado este, com um interessante Forte e uma bela Igreja. Mas para além destes monumentos, também o casario da localidade merece uma visita atenta.
Quando a barriga estiver a dar horas a sugestão é fazer mais 2 Km e ir até uma localidade chamada Fábrica (ele há cada nome) onde, junto ao mar, fica um restaurante que dá pelo nome de Costa. Aí come-se divinalmente. Aconselho o Arroz de Lingueirão (navalheiras na minha zona), as Enguias Fritas e o Fidalgo, de comer e chorar por mais.
Como se diz que os olhos também comem, é favor ver as fotografias.
Já agora antes que me falem do pecado da Gula, gostaria de acrescentar que se a Gula é um pecado mortal, a fome não o é menos....
Um abraço.

20 comentários:

asn disse...

Bem, com estas fotografias e o respectivo acompanhamento textual não há que duvidar. Um dia que se ande por essas bandas o programa já está delineado.
Confio plenamente nas dicas do Tozé.
E siga a rusga...

Kalinka disse...

Huummmmmm...adoro enguias.

Boa sugestão.
Estou de férias e, ando com vontade de dar um saltinho até ao Algarve, porque não?

Fiquei com água na boca...pois, será Gula?

Beijo.

al cardoso disse...

Eu tambem, no Algarve e em outras regioes, gosto muito mais de visitar as areas menos visitadas, e pelo que vejo tambem se como la muito bem.

Espero que tenha um pouco de controle, senao um dia destes nao cabe nas portas!!!

Rir e o melhor remedio.

Um abraco fornense.

40 disse...

Tenha piedade de mim, que ainda não almocei...

Maria disse...

A fome é que é, de facto, um pecado mortal para quem é responsável por continuarem a existir milhares de crianças a morrer... de fome.
Na minha zona o lingueirão chama-se "navalhas" e navalheiras são assim parecidas com caranguejos, mas têm uns pelos nas patas.
Um abraço, também para o fornense...

Tozé Franco disse...

Cara Maria, muito obrigado pela chamada de atenção.
De facto, também na minha zona se chamam navalhas e não navalheiras.
Um abraço.

Anónimo disse...

andei a vaguear por aqui e gostei das marcas que por aqui deixaste !!
um abraço

Teresa David disse...

Tive uma colega de trabalho que ía todos os anos passar férias a Cacela Velha e me tecia enormes loas a seu respeito. Contudo, nunca lá fui, e como dizem que uma imagem vale mais que mil palavras, ao ver este post, apetecia-me ir para lá a correr.
Bjs
TD

Joao Vieira disse...

Caríssimo Mestre,

As foto's estão quase perfeitas...

quase porque...
falta o "cheirinho",...
falta o "sabor"...
enfim...
falta a PROVA...!

Um Abraço

P.S. segui a fundamentadíssima sugestão de V.Exª... e, fiz algumas alterações no nosso blog apoio-ao-estudo.blogspot.com

pestinha_girl disse...

DESCREVE-ME

*Descreve-me numa só palavra. **(Apenas uma)

Este é um desafio k faço a todos os amigos para mais pormenores vai ao Incertos Momentos... Beijinho

Paulo Sempre disse...

Há apetites gastronomicos que nos dominam....e fazem crescer "água"na boca....
Abraço
Paulo
PS: A «açorda» também se traga....

Jofre Alves disse...

Passei para desejar bom fim-de-semana, e desculpe ser lacónico mas estou a passar um período de tempo numa remota localidade minhota onde tenho imensa dificuldade de acesso à Internet.

Moura disse...

Esse arroz é mesmo uma especialidade! E a região é suave em termos daquele turismo desenfreado típico do Algarve.
Um abraço.

Anónimo disse...

Oi Toze já jantava ...
Beijocas e b f semana*

GK disse...

Não conheço... mas gostava.

Bom fds.

foreveryoung disse...

Boa sugestão! Tanto o passeio como a comida parecem ser bem bons!
Bjs

marisanblog disse...

Tozé,

Teu blog dá uma fome. Estou nesse horário...

Parabéns. Lindo.

Mari

Anónimo disse...

Olá olá.. já há muito tempo que ma falam neste blog, mas não pude resistir em comentar... Pois mas aqule D. Rodrigo tem um aspecto "de comer e chorar por mais"!!mas como nunca provei não sei... mas fico à que quando o Prof Tóze lá voltar me traga um para eu provar, ao menos só para provar!! :-) bom acho que vou passar por aqui mais umas vezes, ao menos para chatear o prof Tóze... cuidado ele é muito mau...

frase fenomenal: "se eu me apetecer dar-te um morro na cabeça, então sltam-te as unhas dos pés, não é?" frase do prof Tóze...
Andreia

Anónimo disse...

Olá olá.. já há muito tempo que me falam neste blog, mas não pude resistir em comentar... Pois mas aquele D. Rodrigo tem um aspecto "de comer e chorar por mais"!!mas como nunca provei não sei... mas fico à espera que quando o Prof Tóze lá voltar me traga um para eu provar, ao menos só para provar!! :-) Bom acho que vou passar por aqui mais umas vezes, ao menos para chatear o prof Tóze... cuidado ele é muito mau...

frase fenomenal: "se eu me apetecer dar-te um murro na cabeça, então saltam-te as unhas dos pés, não é?" frase do prof Tóze...
Andreia

Anónimo disse...

Alguns anos depois, o arroz de lingueirão não se recomenda... ou, desde quando o arroz Basmati é "tradicional" da cozinha algarvia?
Mas o maior problema é mesmo não "ligar" com a receita: onde está a untuosidade cremosa que se deseja num bom arroz malandrinho?