domingo, 29 de março de 2009

Assim vai o nosso país...

Chegou-me ao conhecimento que um reponsável político da nossa praça, não importa se de direita se de esquerda (neste aspecto não há que tirar nem pôr), terá feito a seguinte afirmação a propósito das faltas dos deputados:
«Não se paga aos deputados o suficiente para que sejam todos apenas profissionais. Quanto às justificações para as faltas, é verdade que a sexta-feira é, em si própria, uma justificação, porque é véspera de fim-de-semana. Eu compreendo isso. Talvez esteja errado que as votações sejam à sexta-feira.
Não julguemos também que ser deputado é uma escravatura, porque não é, nem pode ser. É preciso é arranjar horas para a votação que não sejam as horas em que normalmente seja mais difícil e mais penoso estar na Assembleia da República».
Em face disto, e porque acredito que não há portugueses de primeira e portugueses de segunda, esta semana, vou pedir à minha entidade patronal para não trabalhar mais à sexta-feira. É que, na província, a sexta-feria também é véspera de sábado.
Será que para o ano que vem posso pedir a quinta-feira? É que depois este dia da semana passa a ser véspera de fim-de-semana!

8 comentários:

aminhapele disse...

Não acredito que o meu querido amigo peça ao seu patrão para não trabalhar à sexta...
Qualquer dia,aproveitando a boleia,até lhe pedia para não trabalhar ao sábado...
É impossível,meu amigo.
Isso,é um privilégio dos "amparados".
Tem que se decidir pelo crime organizado,no público ou no privado.
Um abraço.

Pitanga Doce disse...

Estes políticos ( do Mundo inteiro) devem ter uma cartilha cheia de "pérolas" como esta e sacam dela quando precisam. Só pode ser! E junto dela deve vir uma embalagem de lustra-móveis para dar brilho a "cara-de -pau que eles têm.

abraços e aí como aqui.

Olhares Longínquos disse...

Talvez eles deviriam ser pagos à presença... E absurdo ! Ja agora, podiam também não trabalhar as segundas, até porque nesse se devia descançar do fim de semana...

Ana Ramon disse...

:)))))))))

citadinokane disse...

Tozé,
Também quero a sexta, a quinta... ahahaha...
Meu amigo gostaria que fosse divulgado por aí o vídeo que eu e Bueres fizemos de uma música que gravamos, desde já agradeço.
abraços,
Pedro
P.S.: O vídeo está no Youtube e na postagem do meu blog.

as-nunes disse...

Viva Tozé
Não gosto de dizer "muitos" palavrões, mas às vezes só um palavrão é que contém o termo adequado para descrever o que nos vai na alma.
Porra que é de mais. Já tinha tomado conhecimento dumas bocas deste estilo.
Mas, quando se olha para este mapa, ainda nos vem mais ao de cima essa tentação!
E agora com esta de que os Deputados que vão para a Europa passam a receber de soldada base 7.000 ou 7.500 €uros, nem fixei bem, que até se me toldaram as ideias!Mais as ajudas de.........
E os outros? Trabalham quem nem umas bestas (os que ainda conseguem encontrar trabalho para ganhar o sustento) e a contrapartida é uma miséria que mal dá para o comes!
É como diz, temos que ser mais reivindicativos. Ou então, votar em nós próprios nas próximas eleições. Assunto arrumado. 100% de votos nulos! Sempre queria ver como é que íamos descalçar esta bota!
Um abraço
António

aminhapele disse...

Do Allgarve,aí vai um abraço.
Boa Páscoa.

Tozé Franco disse...

Olá caros amigos.
Estive ausente durante uns dias e por isso não respondi atempadamente aos vossos comentários: Aproveito para agradecer as vossas palavras.
Um abraço.