quarta-feira, 9 de setembro de 2009

O Zé Manel dos Ossos


"Se fosse jantar com o Woody Allen onde o levaria?
Ao Zé Manel dos Ossos, em Coimbra!"
Luís Pato, enólogo, in Pública, 6/09/09

Como o blogue também é de sabores, queria aproveitar para homenagear aqui um dos dois responsáveis, o outro foi a minha mãe, pela minha queda para estas coisas da gastronomia: o meu pai, o tal Zé Manel dos Ossos a que Luís Pato se refere.
Embora tenha nascido e crescido por cima do restaurante, sempre fui boa boca e nunca me armei em esquisito para comer.
Apesar de o meu pai, não estar já à frente da casa, ela é agora gerida por antigos funcionários que mantêm o espírito e a cozinha como nos velhos tempos.
Os Ossos, os Cogumelos Aporcalhados, a Barriguinha e a Costela com Molho de Segredo e Arroz de Feijão, a Sopa de Pedra, o Bacalhau Doidinho, a Chafana, entre outras iguarias, continuama fazer as maravilhas de quem por ali passa, para já não falar no Branco ou no Tinto de Lamas.
Não é sem orgulho que se vai a uma livraria no Canadá e, sem grande pesquisa, se encontram dois livros sobre turismo que referem o Zé Manel como paragem obrigatória para dar de comer a quem tem fome e de beber a quem tem sede.
Vale que hoje o Zé Manel ainda continua a fazer uns petiscos para delícia da família e de alguns amigos.
O meu bem-haja por ter ajudado a fazer de mim aquilo que sou.

9 comentários:

Mikas disse...

Boas recordações :-)

João disse...

Olá, Mestre Franco!

Por questões de fraldas e outros quejandos tenho andado arredio ao comentário, que não à leitura, deste blog. Mas este post não o podia deixar passar em branco por diversos motivos.
Desde logo porque, enquanto português, partilho do teu orgulho por ver reconhecido além-fronteiras uma realidade tão genuína da nossa identidade.
Por outro lado, porque nas centenas de comentários que forram as paredes não se encontra um meu, era obrigatório dar testemunho da saudade com que, hoje, recordo o ambiente acolhedor, familiar mesmo, deste reduto incontornável na vivência coimbrã.
Também enquanto apreciador da boa mesa, teria que dar aqui voz por ser um dos privilegiados por poder banquetear-me com algumas das delícias que referes e outras.
Por fim, e se mais razões não houvesse, uma última arrancar-me-ia sempre um comentário: como pai, não é sem comoção que se lê um testemunho tão sentido e, sei-o bem, tão merecido.

Um abraço.

aminhapele disse...

Creio que,apenas por razões de modéstia e de algum pudor,o Tozé ainda não tinha feito uma referência tão explícita a esta "catedral" de histórias e sabores.
Como 2º comensal mais antigo da "casa" sinto-me feliz com o texto.
A "catedral",com toda a sua história,continua a ser uma grande referência para quem gosta de comer e beber bem,num ambiente alegre e familiar.
É verdade que faz-nos falta,no dia a dia,a presença do casal fundador.
Mas,acredite,o Zé Manel e a D.Alice estão sempre presentes.
Um abraço.

Clarice disse...

Arre! Engordei uns 5 quilos só de olhar as delícias!

Que maravilhaesas lembranças.

Eu não levaria o Woody a lugar nenhum, que não gosto dele.
Abraço.

tulipa disse...

CONVITE:
Estive 5 dias isolada do mundo, num encontro espiritual comigo mesma, num monte alentejano e, por isso tenho que muito rapidamente divulgar a minha próxima exposição de fotografia.

Desta vez será no “Norte” a pedido de várias pessoas, em Fevereiro passado, quando foi a minha 1ª exposição individual aqui próximo de Lisboa, na margem sul.
Como gosto de desafios, houve “alguém” que me desafiou e disse que colaborava, nem pensei 2 vezes e decidi tratar do assunto em Abril passado.

Chegou Setembro e será a minha rentrée cultural.
Fica o convite para quem vive perto e noutros casos, em que a distância impossibilita a presença de tantos bloggers, fica a participação do evento.

Venho reforçar que teria todo o gosto em que estivesses presente na minha rentrée.
Será muito próximo do Porto, em S. Mamede de Infesta.
Acabei de fazer a divulgação no meu blog.

Abraços, TULIPA

tulipa disse...

Meu Amigo
só de olhar já engordei uns 3kg...

Pois, sou de fácil absorção de peso, infelizmente.

Hoje estou de Parabéns, faz 35 anos que fui Mãe, mas já ninguém se lembra disso...

Mas, diz-me: gostaste mesmo da semanita no alto mar? O barco dançou muito?

EDUARDO POISL disse...

"Que seja eterna a vitória dos seus dias,
mesmo quando eles lhe derem
a impressão de fracasso.
E nunca se esqueça que atrás das nuvens
sempre existirá sol."

(desconheço o autor)

Hoje passando para desejar um lindo final de semana com muito amor e carinho
Abraços do amigo Eduardo Poisl

Anónimo disse...

Bons momentos por lá passei e já vão trinta e tal anos!
Que saudades...
Bernardo

Pitanga Doce disse...

Tozé não sei se o rapaz andou por estas paragens tão apetitosas. No momento nem posso lhe perguntar, visto que está em visita de fim de Curso à Brasilia, veja lá.
Já a mãe vai anotar o Zé Manel e as indicações para um próxima visita. Agora está explicado estas "provocações" em fotos que deixas por aqui. Ainda gostava de te ver a cozinhar, pois deves ter herdado a arte de fazer e não só de comer. hehehe

Quanto ao Woody, compactuo com a Clarice, além do que ele é muito feio. hehehe

bom dia Zé.