sexta-feira, 3 de julho de 2009

Escadas do Liceu / Monumentais

As escadas do Liceu


O antigo Liceu José Falcão


Os 40 anos da Crise Académica de 1969, nas actuais Monumentais

Voltamos, hoje, a um dos temas de que mais gosto: Coimbra antiga.
Há muitos anos o acesso à Alta fazia-se pelas Escadas do Liceu José Falcão (não o actual).
Por aí subiam os estudantes desse Liceu, bem como os estudantes universitários.
De acordo com a tradição, o último lance de escadas devia ser sempre subido e descido pelo mesmo lado pois, caso não o fizessem apanhariam uma "raposa", ist0 é, chumbariam o ano. Ou melhor dizendo, ficariam retidos, utilizando um desses jargões tão queridos ao eduquês ou ao pedagogês (venha o diabo e escolha!).
Em 1947, as escadas são demolidas, à semelhança do que aconteceu com grande parte da Alta, dando origem às actuais escadas Monumentais com 125 degraus, num dos mais disparatados episódios que marcaram a destruição da Alta Coimbrã.
Actualmente está aí patente uma "exposição" (chamemos-lhe assim) evocativa dos 40 anos da Crise Académica de 1969, que se estende ainda a outros pontos da cidade (Largo da Portagem, Estação Nova...).
A ideia está bem conseguida, pena que em alguns sítos já tenha sido vandalizada...

3 comentários:

Chanesco disse...

Meu caro Tozé

Como de costume, fotos que são documentos.
Quanto à vandilzação do património e ao desrespeito pela bem comum: é aquilo vemos todos os dias e a que já nos vimos habituando?

Um abraço

Capriccio disse...

Estive em Coimbra a pouco tempo, e realmente vi na Estação Nova essa exposição, mas não sabia o significado, agora já sei.
Abraço :)

citadinokane disse...

Amigo Tozé,
Peço mil perdões, ainda não te enviei o nosso CD porque esgotou, ahahaha... Os amigos se encarregaram de esgotá-los, mas não tardará e estarei te enviando alguns Cds para que distribuas entre os nossos amigos aí em Portugal, ok?!
abraços,
Pedro