quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Mudança de rumo

O blogue tem vindo a perder leitores e comentadores e a minha disponibilidade para o alimentar também não tem sido muita.
Apesar disso, e uma vez que ainda disponho de algumas dezenas de fotografias de Coimbra antiga, vou limitar-me a postar aqui as fotografias que ainda detenho e que acho uma pena não serem divulgadas.
Sem outro assunto, espero que sejam felizes.
Um abraço e até um dia destes...

Eis a avenida Sá da Bandeira, vista da zona de Montarroio, numa fotografia que deve datar do final do século XIX, início do século XX.

3 comentários:

as-nunes disse...

Então Tozé!

Parece que está mais virado para lá do que para cá. É natural.
Tudo tem o seu tempo. E esse tempo tem vários tipos e medidas...

Sabe, às vezes também me questiono se deva continuar com os blogues ou não.
Acabo por me decidir a manter-me no activo.

Até quando Deus e eu quisermos!
Sempre vou encontrando por aqui alguns interlocutores interessantes. Nem que seja somente o computador a proporcionar-me a possibilidade de me sentir a vogar pelo infinito, com os microimpulsos binários a espraiarem-se pelo éter, lendo um pouco de mim...
Para onde?
Para quê?

Eis a questão à qual não consigo responder!
E cá vou andando nesta vã esperança de que sou algo, de que que existo, porque penso?!...

Um abraço, caro amigo
António

al cardoso disse...

So tenho que pedir desculpa ao Toze e tambem o meu amigo Antonio, por nao ter tempo para vos poder visitar e comentar mais vezes.
Podem crer que voces e felizmente muitos mais, sao dignos representantes do bom que vemos e lemos na internete.

Um abraco grande aos dois e votos de muitas mais entradas.

Um abraco de amizade dalgodrense.

aminhapele disse...

Por vezes a vida,e a disposição,afastam-nos "disto".
Continuo a visitar o H&S mas,a maior parte das vezes,não deixo comentário.
Claro que gosto do que vejo e leio.Caso contrário não o frequentaria.
Nos meus blogues,talvez por preguiça e falta de inspiração,passei a espaçar mais as minhas postagens.
Mas continuarei a passar por aqui.
As suas histórias e o seu arquivo fotográfico prendem-me a atenção.
Um abraço.