sábado, 25 de abril de 2009

Roma: lá como cá...

A crise anda por todo o lado.
Lá, como cá, as pessoas saem à rua para protestar contra o desemprego, contra as políticas neoliberais, contra o desemprego, etc., etc....
Em Roma eram mais de cem, duzentos mil...
O Circo Máximo, nos tempos do Império Romano, assistia a corridas de bigas e quadrigas (carros puxados por dois e quatro cavalos, respectivamente) onde a morte muitas vezes surgia para gáudio de quem assistia. Agora, encheu-se com manifestantes protestando conta a situação actual.
No dia seguinte, ainda havia despojos no Circo Máximo: caixas de bandeiras por estrear, paletes de água, etc.
Aqui fica a aprova que, apesar de muitos manifestantes, a oferta de bandeiras era ainda maior, pelo que ficaram algumas caixas por abrir que nos possibilitaram fazer a nossa própria manifestação e marcar a nossa presença em Roma.
Só houve uma coisa que me fez confusão: os fabricantes de bandeiras e balões não devem estar em crise, a ver pela imensidão deles na manifestação. Já agora, os organizadores também não, pois não olharam despesas para garantir o sucesso da manifestação.
Sempre gostava de saber a opinião dos ecologistas, que também iam na manifestação, a propósito da tante desperdício.

6 comentários:

tulipa disse...

OLÁ TÓZÉ

HUUuuuummmm....motivos de força maior, obrigou a uma ausência muito agradável, imagino eu.

Visitar ROMA - que destino!!!

O pior foi o susto...naquela madrugada, que o fez sair para a rua às 3 da madrugada de 2ª feira.
Não imaginava que também tivesse sentido o sismo.

BEEEMMMMMMMM...comida e que comida!

Deixo-lhe um cravo de Abril e um abraço de Liberdade!

Estamos a precisar de um novo 25 de Abril para abanar este Pais ...!
No meu entender, de outra forma já não vai lá!!!

NOTA: nesta 2ª feira vou 4 dias até ao Porto, fiz um post sobre isso; dizia eu que, pessoas do Porto e arredores que tenham disponibilidade e queiram encontrar-se comigo, estou disponível e terei todo o gosto em conhecer.
Beijinhos.

aminhapele disse...

Quando se está "à manguela" não se reclama...

Chanesco disse...

Meu caro TõZé

À Itália também chegou a época do descartável. Sejam copos, talheres ou bandeiras, acabou a festa (manifestar também é festejar) toca a deixar os desperdício na via pública que alguem os apanhará.

Um abraço

Pirate disse...

Está por todo o lado e não vai embora tão depressa.
Temos que mudar de paradigma...

citadinokane disse...

Tozé,
Eu estaria na manifestação, ahahaha...
Um bom final de semana.
Pedro

tulipa disse...

Além do 1º de Maio, há uma outra data para comemorar: o meu "Momentos Perfeitos" faz 1 ano.
Convido-te a vires brindar comigo!

Bom fim de semana prolongado.

ESPREITA...e vê se conheces o restaurante onde estou à espera de todos vós, para fazermos um brinde!